ASSOCIAÇÃO ENTRE FORÇA DE PREENSÃO PALMAR E FORÇA MUSCULAR RESPIRATÓRIA EM PORTADORES DE DPOC INGRESSANTES EM UM PROGRAMA DE REABILITAÇÃO PULMONAR

CAMILA DA CUNHA NIEDERMEYER, ANDRÉA LUCIA GONÇALVES DA S LVA, DIOGO FANFA BORDIN, RICARDO GASS, DANNUEY MACHADO CARDOSO, DULCIANE NUNES PAIVA

Resumo


A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) apresenta um perfil inflamatório progressivo não reversível, produzindo obstrução das vias aéreas e aumento da resistência ao fluxo aéreo. Um dos principais sintomas é a dispneia, podendo ocorrer também disfunção muscular periférica e respiratória. Tais fatores podem conduzir à piora no condicionamento físico, intolerância ao exercício e limitação nas atividades diárias. Objetivou-se avaliar a associação entre a força de preensão palmar (FPP) e a força muscular respiratória (FMR) em portadores de DPOC ingressantes em um programa de reabilitação pulmonar. Foi realizado estudo quase-experimental (n = 14), em sujeitos ambos os sexos, com idade superior a 40 anos, portadores de DPOC grau 2 a 4 (GOLD), ingressantes em um Programa de Reabilitação Pulmonar (PRP) no Hospital Santa Cruz (HSC), em Santa Cruz do Sul 226 RS. A FMR foi avaliada por manovacuometria digital (MDI®, modelo MVD300, Porto Alegre, Brasil), onde foram mensuradas as pressões máximas inspiratórias (PImax) e expiratórias (PEmax). A PImax foi obtida a partir da expiração até o volume residual (VR) e inspiração até a capacidade pulmonar total (CPT) e a PEmax foi obtida a partir de inspiração até CPT e expiração até VR. A FPP foi aferida por dinamometria (Dinamômetro Jamar®, EUA) nos membros superiores dominante (MD) e não dominante (MND). Os indivíduos deveriam permanecer sentados com cotovelo fletido a 90º, antebraço em posição neutra e extensão de punho em aproximadamente 30º, sendo orientados a pressionar o dinamômetro com sua máxima força. Foram realizadas 03 medidas, sendo calculada a média entre elas. Para análise dos dados foi utilizado o programa SPSS (versão 20.0) e avaliada a associação pelo teste de correlação de Pearson, sendo considerado significativo um p


Apontamentos

  • Não há apontamentos.