ANÁLISE DOS FATORES DE RISCO CARDIOMETABÓLICOS PREVALENTES EM ESCOLARES: RELAÇÃO COM SOBREPESO E OBESIDADE

DAIANA NUNES DA ROSA, CAROLINE GODOIS, CÉZANE PRISCILA REUTER , JOANA CAROLINA BERNHARD, ANDREIA ROSANE DE MOURA VALIM, MIRIA SUZANA BURGOS

Resumo


A obesidade é uma condição associada, com grande frequência, às dislipidemias e doenças cardiovasculares. Objetivou-se verificar a ocorrência de fatores de risco cardiometabólicos e sua relação com sobrepeso e obesidade em escolares. Foi feito estudo de corte transversal, realizado com 1.272 crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos, sendo 586 do sexo masculino e 686 do sexo feminino. O índice de massa corporal (IMC) foi o indicador utilizado para avaliação do sobrepeso e obesidade, o qual foi classificado de acordo com as curvas de percentis do CDC/NCHS para sexo e idade. A avaliação dos indicadores cardiometabólicos considerou os seguintes parâmetros: pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD), perfil lipídico (colesterol total 226 CT; colesterol HDL 226 HDL-c; colesterol LDL 226 LDL-c e triglicerídeos 226 TG) e aptidão cardiorrespiratória (APCR). O perfil lipídico foi avaliado com o escolar em jejum prévio de 12 horas, através de amostras de soro, em equipamento automatizado Miura One. A APCR foi avaliada através do teste de corrida/caminhada de 9 minutos, preconizado pelo Projeto Esporte Brasil. Os dados foram analisados no programa estatístico SPSS v. 20.0. As características da amostra foram descritas em média e desvio-padrão. A ocorrência dos fatores de risco cardiometabólicos foi avaliada através de valores percentuais. A associação entre sobrepeso e obesidade com os fatores de risco cardiometabólicos foi testada por meio da razão de chances (odds ratio 226 OR), utilizando-se modelos de regressão logística bivariada, ajustados para sexo e idade. Foram consideradas diferenças significativas para p


Apontamentos

  • Não há apontamentos.