A BALANÇA COMERCIAL DO BRASIL E DO ESTADO DE SANTA CATARINA COM O MERCOSUL – UMA ANÁLISE HISTÓRICO-DESCRITIVA

Valdir Scarduelli Neto, Júlio César Zilli

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar a balança comercial do Brasil e do Estado de Santa Catarina com o Mercosul entre os anos de 2002 e 2012. A pesquisa enquadrou-se como descritiva quanto aos fins e bibliográfica e documental quanto aos meios de investigação. Em relação à coleta de dados, foi utilizada a técnica quantitativa, sendo os dados extraídos do Sistema de Informações de Comércio Exterior via Web (ALICE-Web2) e ALICE-Web Mercosul. Verificou-se que a economia brasileira passa por um processo de reprimarização, tendo em vista o
aumento significativo das exportações de produtos básicos nos últimos três anos. A comercialização intrazona no Mercosul ainda é pequena, possuindo o mercado asiático como grande parceiro comercial, destacando-se o Brasil e a Argentina como as econômicas em destaque. Como maior importador e exportador do Mercosul, o Brasil representa cerca de 70% do PIB total do bloco, exercendo forte influência frente aos outros países membros. O Brasil, bem como o Estado de Santa Catarina,
possuem a Argentina como o seu grande parceiro comercial no Mercosul, sendo que a balança comercial catarinense no período analisado apresenta-se deficitária, principalmente pela política estadual na redução de impostos para importação. As exportações catarinenses para o Mercosul baseiam-se principalmente em carnes e miudezas comestíveis, cerâmica e vestuário. As importações relacionam-se a cereais, algodão, frutas e plásticos.


Palavras-chave: Balança Comercial. Brasil. Mercosul. Santa Catarina.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.