A RELAÇÃO ENTRE DIREITO E LITERTURA E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A SUPERAÇÃO DA CRISE DO ENSINO JURÍDICO E REFUNDAÇÃO DA JURISDIÇÃO

Luana da Silva Seeger Luana da Silva Seeger, Edenise Andrade

Resumo


O presente trabalho visa compreender a relação existente entre Direito e Literatura. Para tanto, faz-se necessário questionar o porquê de uma relação entre essas duas áreas do saber. A fim de responder tal indagação, em um primeiro momento, far-se-á uma breve exposição acerca da possibilidade de existência de uma crise enfrentada pelo Direito e ensino jurídico atualmente. Nesse sentido, em seguida, serão feitas algumas considerações especulando a possibilidade de considerar a Literatura como uma possibilidade de superação dessa crise. Para tanto, será fundamental uma breve abordagem sobre o movimento norteamericano “Law and Literature” e seus reflexos no Brasil. Em um segundo momento, ainda que de forma embrionária, analisa-se a necessidade de uma refundação da Jurisdição para que o Direito não atue somente como reação, mas, entes disso, previna e evite conflitos, tendo como base a Constituição e os Direitos Fundamentais de todos. Nesse sentido, a Literatura aparece como forte ferramenta, uma vez que pode atuar em todos os campos do Direito, seja na prática ou enquanto ensino jurídico. Dessa forma, entende-se que para superar o paradigma vigente já em crise, é necessário haver uma refundação da Jurisdição, sendo a Literatura o principal caminho para a pretendida refundação, pois assim como o Direito, a Literatura é sobre vida. Logo, essas áreas muito tem a dialogar.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.