ADOLESCENTES E OS RELACIONAMENTOS ABUSIVOS: A TENDÊNCIA A SE CONCRETIZAR EM CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER

Etieli Guareschi Mattes, Nathália Facco Rocha

Resumo


O presente estudo tem por escopo investigar os motivos e as justificativas que impulsionam meninas e adolescentes a se manterem em relacionamentos considerados abusivos e/ou destrutivos, bem como as possíveis consequências que esses relacionamentos podem trazer para as envolvidas e para a sociedade como um todo, já que essa violência é encontrada em todos os segmentos da sociedade, não demonstrando assim, ser uma característica de um determinado grupo social específico. Da mesma forma, pretende-se, ainda, elucidar e evidenciar possíveis práticas que possam ajudar a amenizar ou até mesmo erradicar essa realidade tão presente na vida de muitas adolescentes no Brasil, utilizando para isso as escolas como principais aliadas para modificar ou amenizar essa situação. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica calçada na legislação e dados quantitativos secundários, pois se tem um crescente número de casos de violência contra jovens mulheres. Diante disso, torna-se indispensável o estudo dessa temática buscando, assim, identificar as motivações de quem se mantém nesses relacionamentos, e as principais consequências sociais e jurídicas da prática de violência física, moral e psicológica contra essas jovens mulheres. O presente trabalho enquadra-se na linha de pesquisa Políticas Públicas de Gênero e Minorias, uma vez que trata de um assunto que se tornou corriqueiro na atual sociedade e que deve ser melhor compreendido, a fim de garantir a proteção dos direitos das vítimas e a responsabilização dos autores desses comportamentos.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.