A CIBERCIDADANIA SOB UMA ANÁLISE DA PÁGINA DO FACEBOOK DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC NO ANO DE 2018

Guido Ruviaro Neto, Cristiane Pauli de Menezes

Resumo


Hodiernamente a sociedade experimenta diversas modificações estruturais. Muitas delas se acentuam com o uso das novas tecnologias, transformando esta em uma dita sociedade em rede, alterando o dia a dia do cidadão comum e trazendo, de outro lado, novos desafios para os governantes. Partindo desta realidade, pode se observar que o uso das novas tecnologias proporciona diversas escolhas a quem a utiliza e a quem a desenvolve, neste ponto, apresenta-se a Cidadania.com ou Cibercidadania, norteando o bom e mau uso das tecnologias da informação e comunicação. Para tanto, o Governo Eletrônico detém de grande responsabilidade, é a partir dele que o cidadão comum busca se informar e participar do seu meio em que vive. A partir dos construtos de Pérez Luño e tendo por base na análise da página do Facebook do Ministério da Educação – MEC no ano de 2018, pergunta-se: em que medida é possível identificar um perfil do usuário e mapear as escolhas das notícias que são divulgadas na página? Visando responder à questão levantada, a pesquisa utilizou-se do método de abordagem o dedutivo, buscando uma contextualização da temática, ainda, do método de procedimento histórico, monográfico e estatístico, onde foram obtidos os dados necessários para realização da pesquisa. Com os resultados alcançados, constata-se que o alcance obtido pela página é altamente satisfatório.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.