O PROCESSO DE ADOÇÃO NO BRASIL: O APADRINHAMENTO COMO ALTERNATIVA DE POSSIBILITAR AOS MENORES NOS LARES UM VÍNCULO DE AFETO

Gabriellen de Oliveira Zacharias, Adriane Medianeira Toaldo

Resumo


O processo de adoção no nosso país é um tema muito discutido, pelo conjunto de questões que ele possui, pois existem três pontos principais abrangendo a problemática da adoção: a forma de como é o sistema de adoção, baseado na sua burocratização, o que ocasiona outro problema da adoção tardia no Brasil, e as exigências dos pais adotantes ao escolher uma criança. Diante desses obstáculos a serem passados para conseguir que o número de menores nos lares diminua ou melhore o atual quadro das instituições de abrigos no país, o presente artigo tem como objetivo apresentar os problemas da adoção e trazer uma proposta já elencada na legislação para melhorar a vida dos menores que residem nos lares, no qual o apadrinhamento surge como a forma de ajudar esses menores a ter algum vínculo afetivo, já que, grande parte dos que estão nos lares, acabam permanecendo até a fase adulta. No presente trabalho foi utilizado o método dedutivo. Concluiu-se que o apadrinhamento é uma prática já utilizada, mas que precisa de mais colaboradores para que seja uma alternativa na vida desses menores, visando o melhor para eles, já que é uma forma fácil e apenas precisa do auxílio da população.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.