O DIREITO SISTÊMICO: A APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE CONSTELAÇÕES FAMILIARES PARA TRATAMENTO DOS LÍTIGIOS NAS VARAS DE FAMÍLIA

Cristine Beckenkamp, Fernanda Brandt

Resumo


O presente artigo tem como objetivo demonstrar de que maneira o direito sistêmico por meio das constelações familiares auxilia para o enfrentamento dos litígios nas varas de família do poder judiciário brasileiro. Observa-se a necessidade deste estudo, com o objetivo de demonstrar a efetivação da aplicação da técnica do direito sistêmico como uma técnica autocompositiva de enfrentamento aos litígios decorrentes do direito de família.  A intenção do trabalho é responder se a aplicação da ferramenta de constelação familiar, através do direito sistêmico, apresenta eficácia no auxílio de tratamento dos litígios no direito de família? Assim, a pesquisa será realizada através de bibliografias disponíveis sobre o tema, por meio de documentação indireta. O método adotado no presente estudo será o exploratório, com intuito de obter informações acerca das características e proposta a ser questionada quanto a efetividade da técnica de constelação familiar no tratamento de conflito judicial nas varas de família, com abordagem qualitativa do resultado da pesquisa, a fim de permitir uma resposta ao problema. O procedimento consiste na pesquisa bibliográfica mediante a consulta de referências em livros, artigos científicos e revistas relacionadas ao tema. Os resultados alcançados são maior conhecimento sobre a forma com que o direito sistêmico auxilia o poder judiciário na resolução de conflitos, especialmente no direito de família.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.