Efeito da prescrição de pilates na reabilitação da tendinite patelar: um estudo de caso

Leisa Lara, Marcela Moraes, Eduardo Irineu Bortoli Funez, Thiago Emanuel Medeiros, Gabriela Trelha Leite, Carla Vanessa Pacheco, Marianne Marrone, Carlos Ricardo Maneck Malfatti

Resumo


O joelho é uma das maiores articulação do corpo humano e também uma das que mais sofre lesões. A tendinite patelar está associada com mais freqüência em atividades repetitivas e foi primeiramente descritas em atletas de salto em altura. O tratamento de tendinite patelar pode ser conservador ou cirúrgico. O método pilates é recomendado para ganho de flexibilidade, de definição corporal, e para aumento da saúde. Recentemente ganhou espaço e popularidade no tratamento de atletas na reabilitação. O presente estudo tem como objetivo analisar a prescrição do método pilates na pós-reabilitação de um sujeito com tendinite patelar, caracterizando um estudo de caso clinico. Foram avaliados variáveis como flexibilidade,composição corporal, e aspectos de qualidade de vida utilizando o questionário SF-36. Foram aplicadas 10 sessões utilizando o método pilates. O que chamou atenção foi o aumento da flexibilidade que passou de 21,7cm para 33,7cm e também a melhora de alguns domínios do SF-36, como capacidade funcional, dor, saúde geral e vitalidade. Conclui-se que o método pilates é eficaz no processo de reabilitação, no ganho da flexibilidade e na melhora da composição.

Palavras-chave


Método Pilates; Reabilitação; Tendinite Patelar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v10i2.1706

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo