Avaliação da glicemia em crianças e adolescentes na prática do futsal no período pré e pós-treino

Roger André Reckziegel, Adriane Pozzobon

Resumo


Introdução: Os níveis glicêmicos podem estar alterados durante o exercício, levando-se em consideração a modalidade esportiva e o estado nutricional. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo avaliar os níveis glicêmicos em crianças e adolescentes na prática do futsal no período pré e pós-treino. Métodos: O estudo avaliou 18 alunos, de ambos os sexos, frequentadores de uma escolinha de futsal. Os mesmos foram submetidos a avaliação antropométrica para cálculo do índice de massa corporal (IMC), além de serem avaliados seus níveis glicêmicos antes e logo após o término de uma partida de futsal com duração de 30 minutos. Resultados: Não houve diferença significativa nos níveis glicêmicos no período pré e pós-treino, entretanto os meninos apresentaram níveis glicêmicos mais elevados, sendo de 101,66 mg/dL (± 10,26) no período pré e de 107,66 mg/dL (±12,36) no período pós-treino. As meninas apresentarem níveis mais baixos, sendo de 94,11 mg/dL (±7,86) no período pré e de 99,44 mg/dL (± 2,16) no período pós-treino. Conclusão: Conclui-se que houve elevação dos níveis de glicose no final da partida de futsal em ambos os sexos.

Palavras-chave


Glicose; Exercício; IMC

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v14i1.3635

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo