O TRATAMENTO DO CONFLITO “DENTRO DA TRIBO” – A MEDIAÇÃO COMO ALTERNATIVA EMANCIPATÓRIA TRAZIDA POR COMUNIDADES INDÍGENAS BRASILEIRAS PARA O SACRIFÍCIO DE CRIANÇAS POR ELAS PRATICADO

Roberta Marina Cioatto, Salete Oro Boff

Resumo


Divulgar práticas conciliatórias e de mudança de paradigma, promover discussões por meio da identificação de experiências como métodos consensuais de resolução de conflitos pela própria comunidade, estimular a construção de políticas públicas de cultura de paz são metas intelectuais ocidentais em debate na atualidade.  Inobstante, a sociedade insiste em relegar a terceiros a resolução de seus próprios problemas, originados de sua incapacidade de lidar com o próximo e consigo mesma. Na busca da adequada solução para os seus conflitos, acredita (acredita?) no processo de criação de leis como pacificador social, desconsiderando seu próprio poder de transformação. Em resposta à possibilidade de interferência legislativa – ou muito antes desta – indígenas de comunidades brasileiras revelam autonomia e capacidade emancipatória para a pacificação de conflitos. Será chegada a hora de os colonizadores curvarem-se aos aborígenes?


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.