FOMENTANDO A CULTURA DE NÃO JUDICIALIZAÇÃO DAS LITIGIOSIDADES ATRAVÉS DA MEDIAÇÃO: uma práxis alternativa

Mariane Camargo D’Oliveira, Maria Aparecida Santana Camargo, Marcele Camargo D’Oliveira

Resumo


Compatibilizar a busca pela justiça com o sistema que hoje se afigura obsoleto e ineficiente é tarefa que exige sejam perquiridas novas alter­nativas e caminhos mais eficazes na solução de litígios. Partindo de uma intervenção diferenciada através dos cânones mediativos, en­tende-se que se pode construir um sistema de justiça mais acessível, mais célere e, principalmente, mais equânime. Dessa forma, não há mais espaço para a postergação deste de­bate, considerando que são urgentes os encaminhamentos diferenciados para que se possa desconstruir o sistema vigente. É por tais razões que a presente pesquisa, de cunho qualiquantitativo e caráter bibliográfico, tem como objetivo fundamental analisar a imprescindibilidade de uma reflexão sobre as práticas de mediação na busca pelo consenso dos litígios face ao atual e defasado sistema judicial e a consequente inefetividade da prestação jurisdicional, especialmente em razão do desproporcional volume de demandas. Compreende-se, assim, que a mediação pode se constituir em uma política pública que instrumentalizará a cultura do não conflito.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.