POR UMA CULTURA DE PAZ: A JUSTIÇA RESTAURATIVA ENQUANTO MECANISMO DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS

Simone Andrea Schwinn, Luciana Manica Gössling

Resumo


O presente trabalho tratará do tema da Justiça Restaurativa enquanto mecanismo de consecução de paz social e ferramenta de consecução da cidadania ativa de seus beneficiários. Assim, através de uma análise da Justiça Restaurativa e seus mecanismos, das práticas restaurativas enquanto mecanismos de perpetuação de uma cultura de paz, enquanto alternativa à Justiça Retributiva e da análise sobre a possibilidade de uma cultura de paz a partir da resolução de conflitos proporcionada pela Justiça Restaurativa, busca-se demonstrar que essa nova forma de composição de conflitos, quando corretamente aplicada, surte efeitos bastante benéficos, não somente para seus beneficiários, mas para toda a sociedade. A conclusão a que se chega, é de que a Justiça Restaurativa está intimamente ligada à consecução dos direitos humanos e da cidadania ativa, e deve ser empregada em práticas educativas e nas ações do Poder Judiciário enquanto ferramenta de composição de conflitos

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.