Fungos aquáticos (Oomycota, Chytridiomycota) ocorrentes em anfíbios anuros em dois remanescentes de Mata Mtlântica, localizados em Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires, RS, Brasil

Francine Kist Closs, Jair Putzke

Resumo


Fungos patógenos de anfíbios estão entre os maiores vilões à biodiversidade de anuros, sendo de extrema importância um maior conhecimento destes organismos causadores de doenças. Buscou-se conhecer os fungos zoospóricos ocorrentes em anuros em remanescentes de Mata Atlântica na região de Venâncio Aires e Santa Cruz do Sul – RS. As amostragens em campo realizaram-se entre outubro de 2014 e abril de 2015, em Linha Estrela em Venâncio Aires e dentro da UNISC em Santa Cruz do Sul. As amostragens de anuros foram feitas a partir do método de procura visual ativa e procura em sítios de reprodução. Em laboratório, foi utilizado o método de isolamento por iscas para fungos aquáticos, adaptada. Foram amostrados 24 indivíduos de Anura, compostos por 9 espécies, enquadrados em 3 famílias (Hylidae, Leptodactylidae e Leiuperidae). Destes, 21 indivíduos apresentaram fungos zoospóricos, onde observou-se a ocorrência dos gêneros Achlya, Saprolegnia, Leptomitus, Apodachlya, a espécie Batrachochytrium dendrobatidis e indivíduos não identificados do filo Chytridiomycota. Até então, a ocorrência de B. dendrobatidis na região de estudo ainda não havia sido registrada, sendo este um dado alarmante.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v29i1.11152


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo