CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DOS ESTÁGIOS IMATUROS DE Rachiplusia nu (GUENÉE, 1852) (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE: PLUSIINAE) E LISTA DE PLANTAS HOSPEDEIRAS

Priscila Maria Colombo da Luz, Wilson Sampaio de Azevedo Filho, Alexandre Specht

Resumo


Rachiplusia nu (Guenée, 1852) é um noctuídeo cujas lagartas são vulgarmente conhecidas como “falsas-medideiras”. O hábito polífago e a voracidade das larvas têm tornado essa espécie uma das principais desfolhadoras de plantas cultivadas herbáceas no Sul do Brasil e em países do Cone Sul. Esse estudo teve como objetivo caracterizar a morfologia dos estágios imaturos de R. nu (Lepidoptera: Noctuidae: Plusiinae) e fornecer uma listagem atualizada das plantas hospedeiras. Os insetos foram coletados na localidade de Tuiuty em Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul - Brasil) com o auxílio de armadilha luminosa. A criação foi conduzida sob as condições controladas 25 ± 1ºC, 70 ± 10% UR e fotofase de 14 horas. As lagartas foram alimentadas com dieta artificial e os adultos com solução de mel a 10%. Para caracterização morfológica foram preservados exemplares de cada fase de desenvolvimento em álcool 70%. Foi verificado na quetotaxia da lagarta que a cerda L3 nos segmentos torácicos T1, T2, T3, nos segmentos abdominais A1-A4, SD1 está presente acima da SD2, vertical a D2, apenas em A10 as cerdas L1, L2, L3, não foram localizadas. Foram registradas 56 espécies de plantas hospedeiras para R. nu pertencentes à 18 famílias botânicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v26i3.5586

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo