COMUNIDADES ARBUSTIVO-ARBÓREAS DE ÁREAS DE VEGETAÇÃO SECUNDÁRIA DOMINADA PELA Dodonaea viscosa

Leonardo Job Biali, Solon Jonas Longhi, Jorge Antonio de Farias, Rafael Marian Callegaro

Resumo


Este trabalho teve como objetivo caracterizar comunidades arbustivo-arbóreas com ocorrência natural de Dodonaea viscosa Jacq, localizadas em áreas degradadas e abandonados pela agricultura. O estudo foi realizado no município de Encruzilhada do Sul, em áreas com vegetação secundária em diferentes estágios de regeneração (inicial e médio). Foram instaladas e inventariadas 52 parcelas através das quais foi realizada a análise florística e estimados os parâmetros estruturais da população. Não houve indícios de mudança no estágio sucessional do fragmento, que é composto por um número reduzido de espécies pioneiras, isto devido principalmente a condições desfavoráveis do ambiente. A grande variação encontrada na área basal nas diferentes condições ecológicas indica que a espécie Dodonaea viscosa Jacq. dá resposta as variações de sítio. A presença desta vegetação arbórea em áreas de pouca atração agrícola pode tornar-se uma excelente fonte de renda para os produtores rurais, uma vez que possui potencial para fornecimento de lenha e pagamento por serviços ambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v28i1.6157


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo