BIODIVERSIDADE VEGETAL NO PARQUE AMBIENTAL DA SOUZA CRUZ EM SANTA CRUZ DO SUL – RS, BRASIL

Jair Putzke, Mariele Cristine Tesche Küster, Andreas Köhler, Manoela Panta Santos

Resumo


A oferta de ambientes bem estruturados para a visitação por leigos e comunidade em geral é parte importante da estrutura de educação ambiental de um país. A parceria de empresas para a instalação destas facilidades é fundamental, considerando-se as deficiências governamentais no sentido de criar, administrar e manter parques dessa natureza. O presente trabalho foi desenvolvido com o Parque Ambiental da empresa Souza Cruz, no sentido de viabilizar a visitação e a pesquisa científicas associadas à geração de conhecimento para repasse à comunidade junto ao parque criado e mantido por esta empresa em Santa Cruz do Sul, RS – Brasil. O trabalho de acompanhamento da estruturação do parque, da regeneração natural em áreas abandonadas de aterro com os restos da escavação para instalação da empresa, da inauguração e da visitação tem sido feito desde o ano 1996. Nos 20 anos de acompanhamento gerou-se conhecimento para repasse a comunidade, conhecimento cientifico para geração de listas de espécies encontradas e dados gerais sobre as mesmas como fenologia, germinação, crescimento e desenvolvimento, os quais permitiram a produção e o acompanhamento de 25 mil mudas ao longo do projeto. São fornecidos dados para 117 espécies arbóreas encontradas nas matas nativas do parque, das quais 4 são exóticas, e das ervas e arbustos da flroa fanerogâmica, além de dados da flora criptogâmica. Estes dados são aplicados às trilhas percorridas pelos visitantes e aqui discutidos reunindo-se todas as informações por espécie vegetal encontrada no parque, para auxiliar na visitação. Um roteiro final de visitação é apresentado para orientar os visitantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v28i2.8373

Comentários sobre o artigo