VIGOR E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Jacaranda mimosifolia D. Don. (BIGNONIACEAE) APÓS O TRATAMENTO E ARMAZENAMENTO

Evandro Luiz Missio, Tamires Moro, Daniele Lemos Brum, Camila Schultz Pollet, Marlove Fátima Brião Muniz

Resumo


Jacaranda mimosifolia, espécie florestal de ocorrência em vários países da América do Sul, multiplica-se por sementes. Geralmente apresenta boa germinação, porém, ao longo do tempo a qualidade fisiológica e sanitária do lote ainda ocasiona perdas no ambiente de armazenamento. O tratamento e armazenamento de sementes combinando diferentes produtos surge como alternativa para prolongar a qualidade fisiológica por mais tempo. Este trabalho teve como objetivo avaliar o vigor e germinação de sementes de J. mimosifolia após o tratamento e armazenamento. Os tratamentos foram arranjados em delineamento inteiramente casualizado em esquema trifatorial (4x4x2), representados por tempo de armazenamento (0, 4, 8, 12 meses), produtos (biológico, químico e testemunha) e polímero (polímero e testemunha), com quatro repetições. Em cada tempo foram avaliados o percentual de germinação, teste de vigor e comprimento de plântula. Houve resposta das sementes de J mimosifolia tratadas e armazenadas, sendo que aquelas com Trichoderma sp. tiveram vigor e germinação superiores quando comparadas aos demais tratamentos. O tratamento de sementes de J. mimosifolia com Trichoderma sp. é recomendado para a manutenção do vigor e germinação após doze meses de armazenamento. A peliculização não contribui positivamente para a manutenção do vigor e germinação das sementes de J. mimosifolia durante o armazenamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v28i3.8829


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo