INTERPRETAÇÕES DO BRASIL: UMA ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE AS IDEIAS DE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO E CAIO PRADO JÚNIOR

Diogo Del Fiori

Resumo


Resumo

Este artigo propõe fazer uma comparação entre a visão de Fernando Henrique Cardoso e Caio Prado Junior, identificando pontos de convergência entre as idéias de ambos os autores quando comparados com a interpretação do PCB, que defende a existência de restos feudais no Brasil e consequentemente uma revolução democrático – burguesa de conteúdo anti-feudal e anti-imperialista com foco na defesa da independência nacional. Para Caio Prado Junior, nunca houve feudalismo e o Brasil sempre esteve sujeito ao imperialismo e Fernando Henrique Cardoso argumenta a relação de dependência da burguesia nacional perante a burguesia internacional. O ponto de divergência entre ambos os autores é o período em que o Brasil é subordinado, sendo que para Caio Prado Junior é desde a colonização, com o imperialismo realizando seu domínio e épocas posteriores como a época do império e república e para Fernando Henrique Cardoso a partir da década de 1960 com a instalação das multinacionais.

Palavras Chave: dependência, burguesia, marxismo
Palabras claves: la dependencia, la burguesia, el marxismo

Summary

This article proposes a comparison between the vision of Fernando Henrique Cardoso and Caio Prado Junior, identifying points of convergence between the ideas of both authors when compared with the interpretation of the PCB, which asserts the existence of feudal remnants in Brazil and consequently a revolution democratic - bourgeois content of anti-feudal and anti-imperialist with a focus on defense of national independence. For Caio Prado Junior, there was never feudalism and Brazil has always been subject to imperialism and Fernando Henrique Cardoso argues the dependence of the national bourgeoisie against the international bourgeoisie. The point of divergence between both authors is the period in which Brazil is subordinate, and for Caio Prado Junior has since colonization, imperialism with its rule making and later times as the era of empire and republic, and for Fernando Henrique Cardoso from the 1960s with the installation of multinationals.

Keywords: dependence, bourgeoisie, Marxism

Classificação JEL: B24

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i33.1874

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo