UMA ANÁLISE DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, EM RELAÇÃO À REDUÇÃO DE CUSTOS, SOB A ÓTICA DA NOVA ECONOMIA INSTITUCIONAL

Stefano Caetano Silveira, Régis Rathmann

Resumo


O presente artigo propôs-se a apresentar uma breve análise das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), em relação à redução de custos, sob a ótica da Nova Economia Institucional (NEI). Partindo de um estudo de caso realizado junto à Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Sul (JUCERGS), buscou-se avaliar se ocorre a diminuição tanto dos custos de transação por gerenciamento, quanto dos custos de produção em face do crescimento da produtividade. Com base no arcabouço teórico da NEI, e no referido estudo de caso, concluiu-se que a utilização de TICs torna os processos mais ágeis e transparentes, permitindo uma queda tanto dos custos de produção como dos custos de transação. Isto é possível devido ao arrefecimento dos custos de barganha, negociação, tomada de decisão, monitoramento e cumprimento das cláusulas vigentes nos contratos

Palavras-chave


TICs; Custo de Transação; Custo de Produção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i34.2146

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo