OS MODELOS DE EQUILÍBRIO PARCIAL COMO APOIO À TOMADA DE DECISÃO NO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DOS MODELOS DE VANTAGENS COMPARATIVAS REVELADAS E ORIENTAÇÃO REGIONAL

Dr. João Armando Dessimon Machado, Dr.Daniel Arruda Coronel, Alberto da Silva Dutra

Resumo


O objetivo deste trabalho é demonstrar a importância dos modelos de equilíbrio parcial de Vantagens Comparativas Reveladas e Orientação Regional, geralmente utilizados em trabalhos de economia internacional, como apoio à tomada de decisão. Neste sentido, discute-se alguns trabalhos que se utilizaram desses modelos e, a partir dos resultados encontrados, constata-se que os modelos podem ser instrumentos úteis de tomada de decisão para a formulação de políticas de comércio internacional, a fim de que o país tenha estratégias amplas para uma maior competitividade nos mercados internacionais de produtos agroalimentares. Além disso, o país poderá desenvolver estratégias específicas para os principais parceiros comerciais e também em relação aos seus principais concorrentes no mercado internacional de determinado produto.

Palavras-chave


equilíbrio parcial; tomada de decisão; agronegócio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i25.220

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo