CONVERGÊNCIA DE RENDA: UMA BREVE REVISÃO DOS PRINCIPAIS CONCEITOS E TRABALHOS EMPÍRICOS

Vilmar Nogueira Duarte

Resumo


Este artigo teve a intenção de apresentar os conceitos mais relevantes relacionados à convergência de renda, no que se refere às convergências absoluta, condicional e clubes de convergência, bem como mostrar o resultado de alguns estudos realizados no Brasil e no mundo sobre o tema. Foi realizado através de um estudo descritivo com base em bibliografias especializadas sobre o assunto e trabalhos empíricos realizados até então. O trabalho mostra que a discussão sobre o tema é um assunto novo na teoria econômica e teve início com estudos desenvolvidos a partir dos anos de 1980. Mostra também que os resultados são bastante divergentes em relação às hipóteses de convergência absoluta, condicional e de clubes, quando se analisa a convergência entre países, o mesmo acontecendo em relação os estados. No caso dos municípios, os estudos apontam para a predominância da hipótese de clubes de convergência em praticamente todos os casos analisados no país. Finalmente conclui que dependendo da metodologia utilizada para os testes e do período considerado para análise, os resultados podem apresentar divergências mesmo quando considerada a mesma amostra, seja ela constituída por países, estados ou municípios.

Palavras-chave


Convergência de Renda; Países; Estados e Municípios.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i34.2239

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo