BARREIRAS DOS ESTADOS UNIDOS AS EXPORTAÇÕES DO SUCO DE LARANJA BRASILEIRO

Leonardo Carvalho da Rosa, Paulo Ricardo Feistel, Flaviani Souto Bolzan Medeiros, Taize de Andrade Machado Lopes

Resumo


Atualmente, Brasil e Estados Unidos são os principais mercados produtores e consumidores de suco de laranja, respectivamente. Entretanto, as restrições impostas às importações de suco de laranja pelos Estados Unidos acabam prejudicando as exportações do Brasil. Nesse sentido, este trabalho apresenta as barreiras dos EUA frente às exportações de suco de laranja brasileiro, bem como, o modelo de equilíbrio parcial de Laird e Yeats (1986) utilizado para mensurar os efeitos de uma desgravação tarifária total sobre as importações norte americanas deste produto. Utilizando os dados coletados e a metodologia proposta, verifica-se, com base nos resultados encontrados, a competitividade brasileira frente ao mercado protecionista norte americano. Se não houvessem barreiras comerciais os Estados Unidos substituiriam grande parte da produção doméstica de suco de laranja pelo produto importado do Brasil, sem prejuízo a eficiência produtiva oriunda das trocas de comércio.

Palavras-chave


Políticas comerciais; Barreiras tarifárias; Suco de laranja.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i0.3480

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo