Organizações & desenvolvimento: reflexões epistemológicas

Autores

  • Fernando Batista Bandeira Fontoura Unisc
  • Milton Luiz Wittmann Unisc

DOI:

https://doi.org/10.17058/cepe.v0i43.7427

Resumo

O presente ensaio teórico consiste em um estudo epistêmico relativo à natureza e limites das relações estabelecidas entre sujeito e sociedade, partindo de uma contextualização histórica desde os períodos pré-industrial e industrial e ampliando para contextos pós-industriais. Enfatiza-se os aspectos conceituais e teóricos destes períodos até a atualidade com destaque para data de 1970 como símbolo da crise do sistema taylorista/fordista contextualizado pela indústria automobilística, que migrou de processos de industrialização unidimensionais para processos multidimensionais além do advento da globalização e da desterritorialização dentro de uma visão de multimercados. Conclusivamente, o desenvolvimento tem influência histórica dos períodos cujos conceitos sociais se vinculam a forma de perceber a sociedade, o desenvolvimento e processos de acumulação fazendo jus a esta reflexão epistêmica sobre organizações e desenvolvimento e seus impactos sociais. Palavras-chave: Organizações; desenvolvimento; desenvolvimento regional

Biografia do Autor

Fernando Batista Bandeira Fontoura, Unisc

Contador, mestre em Administração pela EBAPE FGV, doutorando em Desenvolvimento Regional- Unisc, professor do departamento de Ciências Contábeis da Unisc- RS

Milton Luiz Wittmann, Unisc

Administrador, doutor em Administração pela FEA- USP, professor do mestrado em Administração e do programa de mestrado e doutorado em Desenvolvimento Regional- Unisc

Downloads

Publicado

2016-01-10

Edição

Seção

Artigos