Demanda por gasolina: um estudo de caso para uma rede de postos de combustíveis

Samia Mercado Alvarenga, Kelmara Mendes Vieira, Pedro Pessano Fialho

Resumo


RESUMO: Este trabalho tem como objetivo analisar a demanda por gasolina em uma Rede de Postos situada na fronteira oeste do Rio Grande Sul, além disso, pretende-se verificar estatisticamente a existência de sazonalidade nas vendas desse combustível. Para tanto, recorre-se ao estudo de caso apoiado no ferramental econométrico. O período de análise compreende desde janeiro de 2010 a junho de 2016, os dados utilizados são provenientes de fontes secundárias tais como os documentos da empresa e órgãos governamentais. Os principais resultados revelam que a demanda por gasolina é explicada por aumentos na renda e não é estatisticamente afetada pelos preços, sugerindo uma demanda inelástica e uma relação imperfeita de substituição com o álcool. A sazonalidade foi confirmada, validando estudos anteriores.

Palavras-chave


demanda, combustíveis, gasolina, álcool, sazonalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cepe.v0i46.9063

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo