Núcleos de apoio à saúde da família e o cuidado da saúde da pessoa com deficiência

Nátali Carina Dolvitsch Pfluck, Cristine Maria Warmling

Resumo


A Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência estabelece, desde 2013, diretrizes para os níveis de atenção em saúde. A Atenção Básica deve desenvolver do diagnóstico a educação em saúde, passando pela criação de protocolos clínicos e de reabilitação. Os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) são estratégicos nas ações interdisciplinares e articuladores do cuidado qualificado da pessoa com deficiência na atenção primária à saúde. O estudo teve como objetivo analisar o processo de cuidado da saúde da pessoa com deficiência pelas equipes de NASF. Trata-se de um estudo de caso do tipo único, integrado, com múltiplas unidades de análise e abordagem qualitativa. Os dados foram produzidos por meio da realização de grupos focais com equipes de NASF Tipo I de uma regional de saúde do Rio Grande do Sul. A análise dos dados baseou-se nos fundamentos epistemológicos da Análise do Discurso. O software QSR NVivo apoiou a organização e análise dos dados. Verificou-se que as equipes do NASF utilizam o apoio matricial como estratégia de gestão dos casos que prestam cuidado e reconhecem a potencialidade do trabalho interdisciplinar e da ação colaborativa para o apoio qualificado às equipes de Saúde da Família. Identificam ações voltadas para o cuidado da pessoa com deficiência. A maior demanda ao NASF encontra-se direcionada para a assistência especializada do usuário. As equipes não se utilizam suficientemente de ações de educação em saúde, embora reconheçam sua relevância para o trabalho do apoio matricial. Conclui-se que há necessidade de ampliação de ações colaborativas e de cuidado compartilhado entre as equipes dos NASF e as Equipes de Saúde da Família. Estratégias de gestão e de educação permanente em saúde devem ser criadas para consolidar a gestão do apoio matricial ao cuidado da pessoa com deficiência.

Palavras-chave


Pessoas Com Deficiência; Sistema Único De Saúde (Sus); Equipe de Assistência ao Paciente; Política de Saúde; Atenção Primária à Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v18i0.11149

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo