Melhoria do acesso e da qualidade na atenção básica em saúde: inserção da pessoa com deficiência

Guilherme Mocelin, Leni Dias Weigelt, Maristela Soares de Rezende, Anelise Miritz Borges, Suzane Beatriz Frantz Krug

Resumo


Objetivo: Este estudo investigou a visão dos profissionais quanto às condições de acessibilidade para as pessoas com deficiência após implantação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) nas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF). Métodos: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, desenvolvido com 40 equipes de ESFs de 11 municípios da 28ª Região de Saúde – Rio Grande do Sul, sendo um recorte da pesquisa "Aplicação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB): olhar avaliativo dos profissionais de saúde", realizada pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde (GEPS) da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNISC sob o protocolo nº 1.171.974/15. Resultados: Identificou-se, abordagens positivas mediante as ações proporcionadas pelo PMAQ-AB. Anteriormente a implementação do Programa não era preconizado o acolhimento aos usuários e, após sua implementação, ocorreu a alteração do uso de fichas de atendimento por métodos de acolhimento nas unidades de saúde, impactando diretamente na qualidade das ações. Evidenciou-se preocupação de uma significativa parcela dos entrevistados frente à necessidade de adequações físicas das estruturas das unidades de saúde para o atendimento de usuários com deficiência, haja vista, a acessibilidade ser indispensável à inclusão e à valorização do acolhimento da população assistida. Considerações Finais: Os profissionais de saúde pesquisados anseiam pela melhoria na acessibilidade da população, revigorando e resgatando a valorização da pessoa com deficiência junto às ESFs e, consequentemente, perante a sociedade. Visão esta, reforçada após a implementação do PMAQ-AB, o qual vem proporcionando ações afirmativas quanto à melhoria e à qualidade do acesso aos usuários da atenção básica.

Palavras-chave


Qualidade da Assistência à Saúde; Acesso aos Serviços de Saúde; Atenção Primária à Saúde; Estruturas de Acesso; Pessoas com Deficiência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v18i0.11165

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo