Hábitos alimentares: um estudo com adolescentes entre 10 e 15 anos de uma Escola Estadual de Ensino Fundamental, em Santa Cruz do Sul

Bruna Fernada Soder, Natalí Lippert Swanke, Tássia Silvana Borges, Pâmela Ferreira Todendi, Greice Graziela Moraes, Miria Suzana Burgos

Resumo


Os hábitos alimentares, no período da adolescência, podem vir a sofrer várias alterações, onde o seu comportamento alimentar pode variar de um dia para o outro; este estudo tem como objetivo verificar os hábitos alimentares dos adolescentes entre 10 e 15 anos. Foram sujeitos dessa pesquisa 81 alunos, sendo 48 alunos do sexo masculino e 33 do sexo feminino, da Escola Estadual de 1º Grau Gaspar Bartholomay. A investigação realizou-se através de um estudo descritivo-exploratório, abordando os hábitos alimentares e o controle de peso, enfocando a freqüência de consumo de alimentos durante uma semana, utilizando como instrumento de coleta o questionário sobre saúde e bem-estar – criança e adolescente – hábitos alimentares e controle de peso. De acordo com os resultados obtidos nesse estudo, em relação ao consumo de frituras, pizzas, lasanhas e guloseimas, os adolescentes em sua maioria, consomem com pouca frequência esse tipo de alimento, sendo considerado entre os adolescentes como um bom hábito alimentar, pois alimentos como esses podem vir a causar obesidade se consumidos com muita frequência e em grande quantidade. E, com relação ao consumo de saladas e legumes, no sexo masculino (40,5%) tem o hábito de consumir mais esse tipo de alimento que no sexo feminino (38,2%), podendo para ambos os sexos, com o consumo mais assíduo desse tipo de alimento, se tornarem adultos com mais ou menos propensão à obesidade. Desta forma, pode-se perceber que os adolescentes, em sua alimentação, priorizam os alimentos que gostam de comer, e com pouca frequência os que são mais saudáveis, sem se preocupar muito com o fato de se tornarem adolescentes com obesidade ou até mesmo no futuro, adultos obesos e com maus hábitos alimentares.

Palavras-chave


Alimentação; Estudantes; Comportamento Alimentar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v13i1.3137

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo