Comparação das características antropométricas e da força muscular de meninas de 9 a 11 anos praticantes e não praticantes de exercício físico regular

Franciela Crippa, Marcelo La Torre

Resumo


A infância e adolescência são épocas importantes para a realização de atividades saudáveis que proporcionem um melhor crescimento para o corpo humano. O presente estudo teve como objetivo comparar as características antropométricas e a força muscular de meninas na faixa de 9 a 11 anos de idade, que praticam ou não exercícios físicos regulares. A amostra foi composta por 40 meninas, divididas em dois grupos, 20 meninas praticantes de exercícios físicos e 20 meninas que não praticavam exercícios físicos regulares. As crianças foram avaliadas por meio de três testes do PROESP-BR , sendo eles: força de membro inferior, força de membro superior e força-resistência abdominal; e por meio de medidas antropométricas: massa corporal, estatura, dobras cutâneas, perímetros e diâmetros. Para a análise estatística inicialmente foi verificada a normalidade dos dados e a homogeneidade das variâncias pelos testes de Shapiro-Wilk e de Levene, posteriormente foi realizado um teste t de student para verificar as diferenças entre os grupos. Os resultados demonstraram que nas características antropométricas somente o percentual de gordura apresentou diferença entre os grupos, sendo mais elevado nas meninas não praticantes. Com relação aos testes de força muscular o grupo praticante demonstrou níveis mais elevados força. O grupo praticante de exercício físico regular demonstrou maiores níveis de força muscular e um menor percentual de gordura quando comparado ao grupo não praticante de exercício físico regular.

Palavras-chave


Composição Corporal; Capacidades Condicionais; Exercício Físico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v14i1.3423

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo