Treinamento resistido na Educação Física Escolar: uma proposta de ensino

Fernanda Cruz Lima, Saulo Paula Costa, Bernardo Minelli, Dihogo Gama Matos, Gabriela Venturini, Mauro Lúcio Mazini Filho, Felipe José Aidar

Resumo


Objetivo: buscar na literatura, estudos e evidencias científicas que comprovassem ou refutassem a efetividade do Treinamento Resistido na educação Física Escolar, para o desenvolvimento da força muscular dos adolescentes. Esclarecer os mitos e verdades, mostrar a importância do treinamento resistido frente à Educação Física Escolar e apresentar uma proposta de ensino, oferecendo ao professor de Educação Física reais possibilidades de ministrar esse conteúdo em suas aulas. Método: pesquisa de caráter qualitativo, do tipo bibliográfico e utilizado o método comparativo entre os estudos buscados nas bases de dados Portal de Periódicos CAPES, Scielo, Portal de Pesquisa da Bvs, Google Acadêmico, e MedLine. Os buscadores da pesquisa foram: treinamento, treinamento de força, treinamento resistido, treinamento com pesos, adolescente, criança, educação física, saúde, maturação sexual e força muscular. Resultados: foram encontrados 20 artigos que foram revisados para o presente estudo. Considerações finais: o treinamento resistido em crianças e adolescentes é benéfico, quando aplicados corretamente, respeitando a individualidade biológica e a maturação do discente. Os malefícios provenientes da aplicação do treinamento de força surgem do exagero do treinamento levado a níveis profissionais e intensos nos jovens discentes e da má alimentação combinada à ingestão de anabólicos. O profissional de Educação Física deve estar atento ao nível de desenvolvimento dos jovens antes de prescrever o treinamento de força. Esta revisão pode auxiliar profissionais da Educação Física a implantar treinamentos de força em crianças e adolescentes visto que traz inúmeros benefícios à saúde, além do ganho da força muscular.

Palavras-chave


Força; Crianças; Treinamento Resisitido.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v15i4.5452

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo