Efeito de oito semanas de treinamento funcional sobre a composição corporal e aptidão física de idosos

João Paulo Farias, Leandro Caique Parreira Póss, Waynne Ferreira Faria, Rui Gonçalves Marques Elias

Resumo


Objetivo: avaliar o efeito de oito semanas de treinamento funcional sobre a composição corporal e aptidão física de idosos. Método: a amostra foi composta por 10 idosas (65,33 ± 4,08 anos), fisicamente ativas. O programa de exercícios funcionais foi realizado por um período de oito semanas consecutivas. A intensidade do exercício foi determinada por meio da percepção subjetiva de esforço (PSE) de Borg. Os testes utilizados para avaliar a capacidade funcional foram: teste de equilíbrio estático; teste de velocidade de levantar de uma posição sentada; teste de flexão do cotovelo; teste de levantar da cadeira em 30 segundos. A composição corporal foi avaliada através do aparelho de bioimpedância. Resultados: melhoras significativas foram observadas na mobilidade (p=0,018), força de membros superiores (p=0,000) e força de membros inferiores (p=0,000). Com relação a composição corporal, não foram identificadas nenhuma alteração significativa para nenhuma das variáveis analisadas. Conclusão: diante do exposto, conclui-se que oito semanas de treinamento funcional foram eficazes para a melhora da aptidão física de idosos.

Palavras-chave


Envelhecimento; Exercício; Sarcopenia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v16i3.6528

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo