Efeitos do exercício físico na resistência à insulina em indivíduos obesos

Robson Rezende, Camila Santos, Camila Dubow, Sheila Cristina Vargas, Hildegard Hedwig Pohl, Dulciane Nunes Paiva

Resumo


A obesidade apresenta consequências negativas na sensibilidade à insulina, sendo necessário compreender os mecanismos que estão associados aos benefícios oferecidos pelo exercício físico, como forma, tanto de prevenção, como de tratamento de doenças e transtornos metabólicos. Objetivo: descrever os efeitos do exercício físico na resistência à insulina em indivíduos obesos. Método: realizou-se uma revisão da literatura, tendo como fontes artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, disponíveis na base de dados PubMed, Lilacs e Scielo. As palavras chaves utilizadas foram: insulin resistance, obesity, exercise training, publicados entre 2009 a 2015, em periódicos nos idiomas português, inglês e espanhol. Resultados e considerações finais: identificou-se que a sensibilidade à insulina em indivíduos obesos está diretamente relacionada ao exercício físico. As informações obtidas por meio desta revisão confirmam a melhoria da composição corporal, resistência à insulina e a promoção de potencialidades fisiológicas, quando associadas com prática de exercícios físicos em indivíduos obesos, pois envolvem transformações positivas relativas à promoção da saúde e ao condicionamento físico.

Palavras-chave


Resistência à Insulina; Obesidade; Exercício físico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v17i3.8045

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo