Diagnóstico primário dos fatores de risco coronariano em idosos vinculados à estratégia saúde da família no interior do Rio Grande do Sul

Micheli Beatriz Radtke, Francisca Maria Assmann Wichmann, Analie Nunes Couto

Resumo


Objetivo: estimar a prevalência de fatores de risco de doença coronariana em idosos de um município no interior do Rio Grande do Sul. Método: para a realização do presente estudo, utilizou-se a tabela de risco coronariano proposta pela Michigan Heart Association. Realizou-se um estudo com abordagem epidemiológica, observacional e com delineamento transversal em uma amostra calculada de 115 idosos, de ambos os sexos, na faixa etária média de 69,86 ±7,7 anos. Os dados foram submetidos à análise descritiva, através da média, desvio padrão e identificação do percentual da ocorrência do risco relativo, além disso, foi realizado o teste Mann-Whitney e o teste t pareado para comparação do risco coronariano entre as unidades de saúde e a frequência na dieta alimentar de alimentos ricos em gorduras saturadas e sódio. Resultados: o risco coronariano médio obtido foi de 31,23 ± 5,3 pontos, classificado pela Michigan Heart Association, como risco moderado. Não houve alteração significativa entre os sexos e as localidades, indicando que o risco coronariano é alto em todo território avaliado. A população apresentou dieta aterogênica, com consumo elevado de gordura saturada e sódio. De acordo com a ordem de prevalência, os fatores mais encontrados foram: percentual de gordura saturada na dieta, hereditariedade, sobrepeso, pressão arterial, sedentarismo e tabagismo respectivamente. Considerações finais: foram evidenciados casos de alto
risco, alertando para a necessidade da elaboração e inserção de políticas de promoção de saúde, a fim de minimizar as possibilidades de ocorrência de eventos coronarianos, sobretudo em uma população idosa.

Palavras-chave


Doença da artéria coronariana; Idosos; Promoção da Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v17i0.8152

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo