Avaliação da funcionalidade de idosos institucionalizados: relação entre a MIF e a ICF

Tania Cristina Malezan Fleig, Murilo Rezende Oliveira

Resumo


Objetivo: demonstrar através da Medida de Independência Funcional (MIF), as características funcionais de idosos em instituições de longa permanência para idosos (ILPI’s), identificando a possível relação deste instrumento com a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (ICF). Método: trata-se de um estudo transversal, com 55 idosos institucionalizados com idade média de 79,7±10,2 anos. A capacidade funcional foi avaliada através da MIF, sendo os domínios deste instrumento relacionados com as categorias da ICF. Cada idoso foi qualificado, quanto às limitações funcionais conforme a ICF. A análise de dados foi descrita em média, desvio padrão e frequência. Resultados: 72,7% dos idosos eram do sexo feminino, sendo a doença de Alzheimer o diagnóstico mais observado (45,4%). No que diz respeito à capacidade funcional, houve um predomínio de idosos com independência completa (47,3%). Na relação das categorias da ICF, com os domínios do instrumento de avaliação funcional, mostrou-se positiva em todos os itens. Considerações finais: os resultados indicam que os idosos em questão apresentavam independência completa para realizar suas atividades de vida diária. Além disso, a relação do instrumento de avaliação funcional com a ICF possibilitou-nos uma visão ampliada sobre o processo de envelhecimento de uma população de idosos institucionalizados, principalmente no componente Atividade e Participação, podendo ser utilizada como indicadora para o desenvolvimento de estratégias e propostas de intervenções que favoreçam a demanda clínica e pessoal destes idosos.

Palavras-chave


Idoso; Institucionalização; Classificação Internacional de Funcionalidade; Incapacidade e Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cinergis.v18i3.8902

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo