O papel político do Poder Judiciário na efetivação do direito à saúde do trabalhador: enfoque nas demandas acidentárias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/rdunisc.v2i49.8110

Palavras-chave:

Direito à Saúde, Poder Judiciário, Proatividade Judicial, Meio Ambiente do Trabalho.

Resumo

O direito à saúde tem recebido novas perspectivas no Poder Judiciário, que vem substituindo o positivismo por modernas teorias de interpretação do direito, como no realismo jurídico norte americano. Objetivando efetivar direitos fundamentais, a proatividade judicial pode proporcionar transformações jurisdicionais e práticas, buscando promover um meio ambiente do trabalho saudável. Com abordagem doutrinária e jurisprudencial, objetiva-se demonstrar que a atuação do Judiciário pode afluir para promoção da saúde do trabalhador, alcançando soluções criativas que confiram máxima efetividade à Constituição Federal. Aplica-se o método dedutivo em abordagem conceitual e teórico-normativa.

Biografia do Autor

Catarine Helena Limeira Pimentel, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Mestre em Direito Econômico pela Universidade Federal da Paraíba-PPGCJ-UFPB; Analista Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região

Maria Áurea Baroni Cecato

Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito do Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) e Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Paraíba (PPGCJ/UFPB); Doutora em Direito do Trabalho pela Université de Paris II, Panthéon-Assas; Lider do Grupo de Pesquisa Trabalho e desenvolvimento: influxos e dissensões (CNPQ).

Downloads

Publicado

2016-09-27

Edição

Seção

v. 2 n. 49 - 2016