O RACISMO SOB A FORMA DE VIOLÊNCIA SILENCIOSA E AS CONTRIBUIÇÕES DA PEDAGOGIA INSTITUCIONAL NO SEU ENFRENTAMENTO

Tarcia Regina da Silva, Adelaide Alves Dias

Resumo


O presente estudo contextualiza a violência no âmbito escolas, detendo-se na sua expressão sob a forma simbólica. A violência simbólica se faz presente de forma tão sutil, que por muitas vezes não nos damos conta de sua incidência. Vivendo num país onde paira o mito da democracia racial, combater o racismo é também refletir sobre nossos próprios valores, crenças e comportamentos. Assim, a Pedagogia Institucional consistindo em enxergar, incluir e gerir o conflito rompe com o silêncio do racismo na escola, favorecendo o seu combate através de seus fundamentos teóricos. Esse texto evidencia as possibilidades apresentadas pela Pedagogia Institucional para combater a discriminação racial na escola de que crianças, jovens, adultos e idosos são objetos. Assim, podemos afirmar que a Pedagogia Institucional apresenta-se como possibilidade de mediação para a construção de uma sociedade com justiça social, onde o lugar, o limite, a lei e a linguagem conduzem a um território de equidade e respeito.

Palavras-chave


Violência Simbólica, Racismo, Pedagogia Institucional, Identidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v21i1.3232

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo