Roald Dahl e a fantástica fábrica de literatura

Autores

  • Adriane Ferreira Veras
  • Gustavo Vargas Cohen

DOI:

https://doi.org/10.17058/signo.v36i60.1954

Palavras-chave:

Roald Dahl, escritor galês, literatura infantil, crítica historiográfica.

Resumo

Este artigo faz um comentário crítico e informado da vida e obra do escritor galês Roald Dahl. Justifica-se por ser inédito no Brasil, visto que não há análises acadêmico-científicas publicadas a respeito deste importante autor até o momento neste país. Dahl é responsável por obras aclamadas principalmente, porém não exclusivamente, pelo público infantil. Grande parte de seus livros foram transformados em célebres adaptações cinematográficas, com especial destaque para A Fantástica Fábrica de Chocolate, nas versões de 1971 e 2005. O presente texto percorre os eventos mais importantes na trajetória do autor sempre os correlacionando com elementos que, direta ou indiretamente, influenciaram significativamente em suas criações literárias. Concluímos interpretando os motivos que levam as crianças a adorarem e a se identificarem psicologicamente em nível profundo com as obras de Dahl e os adultos a demonstrarem atitude ideologicamente inversa.

Downloads

Publicado

2011-01-05