DIREITOS HUMANOS: E A QUESTÃO CULTURAL COMO SINÔNIMO DE MUDANÇA SOCIAL

Marlete Mota Gonçalves

Resumo


A evolução e o fortalecimento do Estado democrático de direito permitiram que o ente federado adotasse novos modelos de tutelas de proteção aos direitos humanos com a finalidade de impedir a continuidade de atrocidades praticadas em face dos direitos humanos. Logo, essas inovações foram necessárias e, por isso emergiram no pós-segunda guerra mundial. Com objetivo de frear essas práticas abusivas, foi necessário um planejamento criativo para formação de instituições supranacionais. Essas Instituições destinavam-se a programar mecanismos com a finalidade de evitar a disseminação de novos conflitos e a reincidência dos regimes totalitários. È justamente esses fenômenos sociais, ou políticos que vão de encontro aos direitos naturais do homem. Os direitos humanos são direitos que brotam espontaneamente da condição humana. São direitos com características universais, por isso, são inerentes à condição humana. Com propósito de esclarecer o assunto, logo, propõe-se desenvolver um estudo referente à questão cultural. Nesse sentido, analisar-se-á suas possibilidades em promover mudanças na mentalidade, como também, analisar a viabilidade das instituições educacionais implementarem políticas públicas em prol da formação do indivíduo, para que este, aprenda a construir as bases de sua identidade para promover a convivência cultural democrática.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.