ANÁLISE FAUNÍSTICA E FLUTUAÇÃO POPULACIONAL DE CIGARRINHAS (CICADELLIDAE: CICADELLINAE) POTENCIAIS VETORAS DE Xylella fastidiosa ASSOCIADAS À CULTURA DE CITROS NO VALE DO CAÍ, RS

Pedro Ernesto Fabrin, Wilson Sampaio de Azevedo Filho, Gabriel Fernandes Pauletti

Resumo


O cultivo de citros é destaque para o agronegócio no Brasil e fundamental para a economia do Rio Grande do Sul. As cigarrinhas (Cicadellidae) são consideradas potenciais vetoras da bactéria Xylella fastidiosa, causadora da doença Clorose Variegada dos Citros (CVC). O objetivo desse estudo foi realizar a análise faunística e conhecer a flutuação populacional das espécies de cigarrinhas (Cicadellidae: Cicadellinae) potenciais vetoras de Xylella fastidiosa associadas à cultura de citros em dez cidades do Vale do Caí, Rio Grande do Sul, Brasil. Para o trabalho foram realizadas coletas com cartões adesivos amarelos, medindo 8,5 x 11,5 cm em dez pomares de Citrus deliciosa var. Montenegrina. As amostragens foram realizadas no período de maio de 2012 a abril de 2014. Ao longo do período de amostragem foram coletados 2857 espécimes e identificadas as espécies de Cicadellinae comprovadamente vetoras de X. fastidiosa, destacando a ocorrência, em todas as áreas amostradas, dos táxons: Cicadellini - M. leucomelas, M. cavifrons, S. sagata e D. dispar; Proconiini - O. facialis, O. fusca e M. lineiceps. Os picos populacionais ocorreram nos meses de inverno e verão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v26i3.5584


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo