EFEITOS DA CHUVA ÁCIDA EM RECURSOS FLORESTAIS

Rafael Marian Callegaro, Camila Andrzejewski, Daniele Rodrigues Gomes, Felipe Turchetto, Jessé Calleti Mezzomo, Adriana Griebeler

Resumo


A poluição atmosférica tem aumentado em níveis preocupantes, gerando consequências danosas a saúde humana e ao meio ambiente. A chuva ácida é um fator que está atrelado à elevação do grau poluente no ar, a qual tem recebido atenção científica, devido seu possível prejuízo. Com o objetivo de aglomerar informações sobre os efeitos da chuva ácida, foi realizada uma revisão bibliográfica em artigos científicos que tratam da deposição ácida e recursos florestais. Os resultados compilados evidenciaram vários problemas decorrentes da chuva ácida: lixiviação de nutrientes; necrose; desfolhação; elevação da acidez do solo; restrição à ocorrência de fungos micorrízicos. Ficou evidente a importância de experimentos com chuva ácida simulada, pois identificam efeitos da acidez sobre as plantas. Constatou-se também que espécies vegetais são bons bioindicadores da qualidade ambiental. Portanto, é de grande importância que se esclareçam os danos oriundos da precipitação ácida sobre ecossistemas florestais, sendo que a prevenção evitará danos ecológicos e financeiros.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v27i3.6815


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo