Estrutura e padrão espacial de Tacinga palmadora (Britton & Rose) N.P.Taylor & Stuppy (Cactaceae) em vegetação de caatinga conservada

Alex da Silva Barbosa, ROBSON LUIS SILVA DE MEDEIROS, José Nailson Barros Santos, Alberício Pereira de Andrade, Miguel Avelino Barbosa Neto

Resumo


A família Cactaceae compreende a segunda maior família botânica endêmica das Américas. O objetivo do trabalho foi descrever a distribuição espacial de T. palmadora e obter subsídios sobre o comportamento ecológico e estrutural da espécie numa área de caatinga conservada. Para a avaliação quantitativa da população foi utilizado o método de parcelas contíguas, que foram divididas em 100 parcelas de 10m x 10m. Para verificar o padrão de distribuição da espécie na área foram utilizados mapas de distribuição espacial, construídos através de sistema de coordenadas SURFER®. A população foi estimada em 1.883 indivíduos ha -1, obtendo-se uma alta densidade absoluta e frequência relativa de 100% nas parcelas experimentais. Os espécimes encontram-se uniformemente distribuídos na área amostral, sem a presença de grandes aglomerados. Em aproximadamente 43,5% da área foram amostrados até 10 indivíduos por unidade amostral. A utilização dos mapas foi capaz de caracterizar a estrutura vertical e o modo de distribuição da população na área, demonstrando aleatoriedade no padrão de distribuição espacial. A população estudada demonstra estabilidade o que permite predizer que a espécie terá boa representatividade e ausência de problemas futuros. A T. palmadora tende a apresentar distribuição uniforme e elevada abundância em áreas de caatinga conservada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/cp.v29i2.9404


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo