A POTENCIALIZAÇÃO DA CRIANÇA DIAGNOSTICADA COM TEA ATRAVÉS DA COMPLEXIFICAÇÃO DA RELAÇÃO PROJETO-FAMÍLIA

Autores

  • Alice Petry Da Silva Universidade de Santa Cruz do Sul
  • Fernanda Luana Hoppe UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL
  • Nize Maria Campos Pellanda

DOI:

https://doi.org/10.17058/rjp.v10i1.14895

Palavras-chave:

Complexidade, TEA, Tecnologia.

Resumo

Abordamos algumas provocações diante do projeto de pesquisa intitulado “Na Ponta dos Dedos: o iPad como instrumento complexo de cognição/subjetivação”, pelas pesquisadoras da linha de frente dos atendimentos realizados com crianças diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para tal, utilizamos o objeto técnico iPad, investigando o acoplamento humano-máquina, além do acoplamento sujeito-sujeito. Este projeto é amparado pelo Grupo de Ações e Investigações Autopoiéticas – GAIA aprofundando seus estudos nas emergências da ciência contemporânea, apostando na subjetividade e na formação humana complexa. Assim, o projeto vinculado traz em suas abordagens: a complexidade, o TEA, a tecnologia touch, o acoplamento tecnológico e a ontoepistemogênese - inseparabilidade viver/conhecer. Ao decorrer dos atendimentos das crianças – no Sistema Integrado de Saúde (SIS) nas dependências da UNISC, podemos perceber como a aceitação da família passou a influenciar no processo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. Assim, passamos a entender de outra forma essa relação projeto-família, procurando maneiras de deixar essa família cada vez mais próxima e ajudar a compreender essa criança como um ser autônomo e capaz, estando muito além de um diagnóstico. A pesquisa ainda está em andamento, portanto, compreende-se parcialmente que as crianças diagnosticadas com TEA obtiveram construções significativas de vínculos, melhoria na capacidade de trabalhar suas frustrações, melhoria da sensibilidade auditiva, um fluxo de viver mais autônomo, maior demonstração de sentimentos, etc. Sendo assim, o acoplamento tecnológico, apostando na tecnologia touch e nas relações projeto-família, potencializam o desenvolvimento do sujeito como um todo, sendo através de transformações cognitivas, subjetivas e/ou físicas.

Downloads

Publicado

2021-01-05

Edição

Seção

CIÊNCIAS HUMANAS