COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE RUPTURA CELULAR E EXTRAÇÃO DE LIPÍDIOS DE BIOMASSA PERIFÍTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/rjp.v10i1.14932

Palavras-chave:

PERIFITON, DISRUPÇÃO CELULAR, LIPÍDIOS

Resumo

O perifíton, ou biofilme, caracteriza-se como uma comunidade complexa de organismos aquáticos aderidos a substratos submersos, dentre os quais destacam-se as microalgas, as quais são componentes de um grupo variado de organismos, cujo conteúdo em lipídios reflete essa diversidade. O objetivo deste estudo foi desenvolver um método utilizando a irradiação por micro-ondas para rompimento da parede celular das microalgas visando a extração dos lipídios presentes com maior eficiência que o método tradicional de Bligh e Dyer. A biomassa empregada foi proveniente de um sistema Algal Turf Scrubber, localizado nas margens do Lago Dourado, em Santa Cruz do Sul, RS. Partindo de um planejamento fatorial 23, as amostras foram secas a 50 °C até peso constante, irradiadas por micro-ondas (65 °C e 200 W), centrifugadas, filtradas e secas a 70 °C até peso constante. O maior rendimento lipídico foi no experimento 7 (6,27 %), utilizando tempo de extração maior (15 minutos), menor quantidade de biomassa (300 mg) e maior proporção de metanol (2:1). Pelo método de Bligh e Dyer, o maior rendimento foi de 9,17 %, porém foram gastos 7 mL de clorofórmio, 1 mL de metanol e 5 horas e 50 minutos a mais. As condições de extração alteraram o perfil de ácidos graxos obtidos, já que, com a tecnologia de ultrassom obteve-se mais dois ácidos graxos (C:12 e C18:0 n-6 isômero) da biomassa. Concluiu-se que, a disrupção celular por micro-ondas pode ser utilizada como uma alternativa viável, pois, envolve menores tempos de processamento, mão-de-obra e gastos com solventes.

Biografia do Autor

Mainara Nicaretta Dahmer, Universidade de Santa Cruz do Sul

Engenharia Química

Lisianne Brittes Benitez, Universidade de Santa Cruz do Sul

Professora Doutora do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental, Universidade de Santa Cruz do Sul

Downloads

Publicado

2021-01-05

Edição

Seção

CIÊNCIAS EXATAS, DA TERRA E ENGENHARIAS