AVALIAÇÃO DE DANO NO DNA EM PORTADORES DE DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA PELO ENSAIO COMETA

Helen Tais da Rosa, Andréa Lúcia Gonçalves da Silva, Martiele Bizarro, Eduarda Bender, Paulo Ricardo da Rosa, Anelise Araújo, Clara Forrer Charlier, Lia Possuelo, Dinara Jaqueline Moura, Andréia Rosane de Moura Valim, João Antonio Pegas Henriques

Resumo


A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica- DPOC é definida como uma doença respiratória inflamatória, causada principalmente pela exposição à fumaça de cigarro, caracterizada pela progressão e incompleta reversibilidade da obstrução das vias aéreas. O objetivo desta pesquisa foi quantificar o Índice de Dano ao DNA em portadores de DPOC e controles. Estudo do tipo caso-controle avaliou 43 portadores de DPOC e 50 controles emparelhados por gênero, idade e índice de massa corporal (IMC). Foi utilizado sangue periférico para realizar o ensaio cometa nas versões alcalino (pH> 13) e neutro (pH ~ 8,5). Avaliação de danos no DNA usando o ensaio cometa na versão alcalina revelou um maior Índice de Dano ao DNA em portadores de DPOC quando comparados aos controles (ID 40,12+26,17 vs ID 26,28+28,12, p=0,03). Na versão Neutra do teste também é possível observar maior Índice de Dano nos casos do que em controles (ID 52,88+32,38 vs ID 38,12+38,17, p=0,018), indicando a presença de quebras duplas, devido a inflamação persistente. Dados preliminares mostram que os portadores de DPOC têm maior índice de dano no DNA do que controles, reforçando assim a necessidade de compreender melhor os mecanismos pelos quais isso acontece no processo da doença.

Palavras-chave


DPOC. DNA. Ensaio Cometa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v0i1.2861



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341