VÍNCULOS FAMILIARES E SOCIAIS NAS RELAÇÕES DOS IDOSOS

Cíntia Kroth Araújo, Claudia Maria Corrêa Cardoso, Etiane Pereira Moreira, Evelin Wegner, Silvia Virginia Coutinho Areosa

Resumo


O estudo identificou e analisou a percepção dos idosos sobre suas relações de amizade no âmbito familiar, buscando a promoção do envelhecimento com qualidade de vida. A pesquisa do tipo descritiva utilizou uma metodologia qualitativa, com entrevistas estruturadas, gravadas e transcritas para posterior análise. A população estudada foi composta por homens e mulheres maiores de 60 anos que frequentam grupos e serviços ligados à Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Foram analisadas as narrativas de 250 idosos com base na técnica de análise de conteúdo. As questões versavam sobre a forma de conciliar a vida familiar e a relação com os amigos, tendo sido constatados aspectos positivos e negativos acerca das relações estabelecidas entre os idosos e seus familiares. Os resultados em sua maioria apontam que os idosos conciliam a vida familiar e a relação com os amigos de forma satisfatória.

Palavras-chave


Envelhecimento; Relações familiares; Relações de amizades

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v0i1.2868



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341