OPERAÇÕES DE PAZ MULTIDIMENSIONAIS: O ESTADO LIBERAL-DEMOCRÁTICO COMO NEXO ENTRE O DESENVOLVIMENTO E A SEGURANÇA HUMANA

Turíbio Gonçalves, Carolina Valandro, Mariana Dalalana Corbellini

Resumo


A paz e o conflito constituem padrões recorrentes das relações entre os Estados desde o estabelecimento destes como principal ator internacional. A busca pela paz é tema de estudos desde os mais remotos tempos e a criação de instituições e instrumentos capazes de fazer frente aos conflitos tornou-se prática indissociável das relações internacionais desde, pelo menos, o século XX. Entre tais instrumentos estão as chamadas operações de paz. Essas operações, de caráter multidisciplinar, têm por objetivo contribuir para que países em um contexto pós-conflito possam alcançar as condições necessárias para a manutenção de uma paz sustentável. Nesse sentido, o tema do desenvolvimento, nos últimos anos, tornou-se a tônica das operações de paz em um contexto de restabelecimento da ordem democrático-liberal em países onde o Estado é considerado ineficaz ou mesmo inexistente. Isto posto, o presente artigo tem por objetivo, através de uma análise bibliográfica e documental, utilizando o método qualitativo, apresentar um breve estudo sobre os desafios impostos ao sucesso dessas novas missões.

Palavras-chave


Operações de Paz Multidimensionais; Desenvolvimento; Segurança Humana; Estado liberal-democrático.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v3i1.3599



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341