PREVALÊNCIA DE ANEMIA EM ESCOLARES DE SANTA CRUZ DO SUL - RS

Elisa Inês Klinger, Cézane Priscila Reuter, Viviane Bittencourt Vargas, Aline Predebon, Rafaela da Silva, Miria Suzana Burgos, Lia Gonçalves Possuelo, Andréia Rosane de Moura Valim

Resumo


A anemia é caracterizada como um processo patológico em que a concentração de hemoglobina está abaixo dos níveis considerados normais e a sua principal causa na infância é a deficiência de ferro. Altas prevalências de anemia e suas consequências à saúde tornam esta patologia um grave problema de saúde pública. O objetivo deste trabalho é estimar a prevalência de anemia em crianças e adolescentes, estudantes de escolas municipais, estaduais e particulares de Santa Cruz do Sul, RS. É um estudo transversal realizado com 1.590 crianças e adolescentes, de ambos os sexos, na faixa etária de 7 a 17 anos, no período de 2011 a 2012. A concentração de hemoglobina foi medida através de espectrofotometria na região do visível, utilizando o método de cianeto de hemoglobina (HiCN). Encontrou-se uma prevalência de 14,3% de anemia. A frequência de casos de anemia foi maior entre as meninas. A prevalência de anemia nos escolares da rede privada foi mais alta em comparação às demais escolas e os adolescentes apresentaram porcentagem superior de anemia quando comparados às crianças (p = 0,042). Com base neste estudo é possível delinear estratégias de saúde pública para prevenção.

Palavras-chave


Anemia; Crianças; Adolescentes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v3i3.4283



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341