A POESIA DA RELVA E O DEVANEIO DE UMA FOLHA

Fernando Müller Krebs, Norberto Perkoski

Resumo


Este artigo busca evidenciar a importância do texto poético nos processos cognitivos, subjetivos e emocionais do leitor de poesia, tendo como base os conceitos fundamentais da fenomenologia proposta por Gaston Bachelard. Para isso, apresentamos o projeto “Encontros com a Poesia”, vinculado ao Grupo de Pesquisa Estudos Poéticos, e como se dá o processo de pesquisa e elaboração do material utilizado nas atividades; expomos alguns dos principais aspectos estudados no decorrer da leitura da obra-em-progresso Folhas de relva, do poeta norte-americano Walt Whitman; refletimos acerca do principal referencial teórico de nosso grupo de pesquisa e, ao final, incluímos um devaneio poético – texto de caráter pessoal – provocado por alguns poemas do bardo americano ao longo das leituras realizadas, a fim de exemplificar os fenômenos descritos pelo filósofo francês.

Palavras-chave


Poesia; Fenomenologia; Gaston Bachelard; Devaneio; Walt Whitman

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v4i3.4489



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341