CORRELAÇÃO ENTRE OBSTRUÇÃO ARTERIAL PERIFÉRICA E OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS EM PORTADORES DE DPOC NÃO REABILITADOS

Diogo Fanfa Bordin, Ricardo Gass, Cassia da Luz Goulart, Dannuey Machado Cardoso, Lisiane Lisboa Carvalho, Andréa Lúcia Gonçalves da Silva, Dulciane Nunes Paiva

Resumo


A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) produz desordens fisiopatológicas respiratórias com severo comprometimento dos volumes pulmonares, podendo também ocasionar alterações extrapulmonares como as doenças arteriais periféricas (DAP). O estudo objetivou correlacionar o Índice Tornozelo-Braquial (ITB) com o Volume Expiratório Forçado no Primeiro Segundo (VEF1) e Fluxo Expiratório Forçado entre 25% e 75% da Capacidade Vital Forçada (FEF25-75%) em portadores de DPOC. Trata-se de um estudo correlacional com amostra selecionada por conveniência. Foram avaliados portadores de DPOC com estadiamentos Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) entre II e IV. O ITB foi avaliado em membros superiores e membros inferiores através de esfigmomanômetro e doppler vascular portátil. A função pulmonar foi avaliada por espirometria digital, obtendo-se as variáveis capacidade vital forçada (CVF), VEF1 e FEF25-75%. Foram avaliados 12 indivíduos com média de idade de 66,58±6,1 anos e com Índice de Massa Corpórea de 29,21±6,7 Kg/m2. Houve predominância do sexo masculino (n=8, 66,7%). A média da CVF obtida foi de 2,44±0,78 L (0,9±18,1%pred); VEF1 de 1,33±0,45 L (50,4±15,5%pred), VEF25-75% de 0,65±0,32 L (26,9±16,6%pred) e do ITB de 0,88±0,12. Foi evidenciada correlação positiva moderada entre ITB e VEF1 (r= 0,684; p= 0,014). Nos portadores de DPOC avaliados, a presença de obstrução de via aérea alta apresentou-se relacionada à presença de doença arterial periférica.

Palavras-chave


DPOC. Doenças vasculares. Função pulmonar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rjp.v5i3.5692



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo


PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO


Av. Independência, 2293
CEP 96815-900 - Santa Cruz do Sul - RS
Bloco 25 - Sala 2501
Fone: +55-51-3717-7341