INFÂNCIAS E EDUCAÇÃO GUARANI

Autores

  • Tamiris Zinn UNISC
  • Sandra Simonis Richter UNISC
  • Ana Luisa Teixeira de Menezes UNISC

DOI:

https://doi.org/10.17058/rjp.v5i3.5762

Palavras-chave:

Educação Guarani. Infâncias. Criança. Escola diferenciada. Linguagem.

Resumo

Os projetos Infância e Educação Guarani e Dimensão poética das linguagens na educação da infância, ambos vinculados ao grupo de pesquisa LinCE – Linguagens, Cultura e Educação, estabelecem interlocução entre pesquisadores, acadêmicos e escolas indígenas para pesquisar a educação das crianças Guarani em duas aldeias no interior do Rio Grande do Sul. O objetivo é promover abertura a outros modos de interrogar a educação das crianças em contextos coletivos a partir da interlocução entre princípio biocêntrico, pensamento ameríndio e as fenomenologias da imaginação poética, do corpo operante no mundo e da ação narrativa. Para problematizar a submissão das crianças pequenas à forma escolar dominante e avançar no processo dialógico de formação das escolas diferenciadas Guarani, a abordagem metodológica sustenta-se na etnografia e na pesquisa-ação com os índios Guarani nas aldeias de Estrela Velha e Salto do Jacuí. Os encontros permitem compreender valores educacionais sustentados em uma estética e uma ética dos tempos lentos e contínuos, do corpo no mundo, do imagético multisensório, do poder das narrativas míticas que revelam modos plurais de conceber a ideia de infância e a coexistência entre adultos e crianças.

Downloads

Publicado

2015-12-11

Edição

Seção

CIÊNCIAS HUMANAS